Imea reduz estimativa para safra de soja em Mato Grosso

Com as temperaturas mais elevadas e as chuvas irregulares em dezembro, o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) revisou para baixo a expectativa de safra de soja no ciclo 2018/2019 no Estado. A estimativa, divulgada nesta segunda-feira (4/2), é de 31,943 milhões de toneladas, 1,79% a menos que a colheita passada, calculada em 32,524 milhões de toneladas.

A instituição estima que os agricultores de Mato Grosso semearam 9,619 milhões de hectares nesta safra, alta de 1,64% em relação ao ciclo 2017/2018. No entanto, com o clima desfavorável, que afetou, principalmente, as lavouras precoces, a produtividade média deve cair 2,79% na mesma comparação, chegando a 55,7 sacas por hectare.

“As áreas com cultivares de soja precoce acabaram sendo as mais afetadas por esse quadro, dado que naquele momento principalmente essas cultivares encontravam-se em fase de enchimento de grãos, o que resultou na limitação das produtividades”, diz o instituto, em relatório.

 

A colheita da soja em Mato Grosso segue em ritmo acelerado, de acordo com o Imea. Até a última sexta-feira (1/2), as máquinas havia percorrido 37,38% da área plantada com o grão, um avanço de 11,77 pontos percentuais em relação à mesma época em 2018, quando a proporção colhida estava em 19,91%.

Enquanto o trabalho de campo avança, os preços acumulam queda nas principais regiões do Estado. De acordo com a Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM), a saca de 60 quilos caiu de R$ 70 para R$ 66,50 do dia 4 de janeiro até está segunda-feira (4/2) em Rondonópolis; na região de Sorriso, de R$ 65 para R$ 60; e em Campo Novo do Parecis, de R$ 66 para R$ 61,50.

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Imea reduz estimativa para safra de soja em Mato Grosso

Deixe o seu comentário

Você deve estar logado para comentar.