Hackers russos divulgam imagens de câmeras espalhadas pelo mundo

Site mostra milhares de imagens, incluindo o interior de residências de Brasília

A imagem de câmeras com transmissão online do mundo inteiro estão públicas em um site alimentado por hackers russos. Até a manhã desta quinta-feira (20/11), era possível ver, ao vivo, o interior de casas, escritórios e até academias, em milhares de endereços pelo mundo.

No Reino Unido, a página transmitia, inclusive, o conteúdo de câmeras usadas em quartos de crianças. Só no Brasil, 291 aparelhos foram hackeados, com imagens até de Brasília. O site não só mostra o vídeo, como divulga o endereço, mas expõe as coordenadas geográficas e o CEP.

De acordo com os proprietários da página, a ideia é, justamente, mostrar como a proteção desses objetos pode ser falha. “Esse site foi criado para alertar sobre a importância da configuração de sistemas de segurança. Para remover a transmissão, altere a sua senha e faça com que o conteúdo fique disponível apenas para você”, escreveram os fundadores do insecam.cc, na tela inicial. 

Os vazamentos ocorrem porque, muitas vezes, quem compra câmeras com a função de transmissão online mantêm a senha padrão, permitindo que qualquer pessoa tenha acesso ao conteúdo. 

“Poucas pessoas deixariam a porta de casa destrancada. Não proteger seus aparelhos por senha tem os mesmos riscos para a privacidade e segurança”, alertou Emma Carr, especialista em segurança da informação da empresa Big Brother Watch, em entrevista ao site Daily Mail. “Como esses dispositivos têm ficado cada vez mais sofisticados, é importante ficar atento para não se expor a hackers”.

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Hackers russos divulgam imagens de câmeras espalhadas pelo mundo

Deixe o seu comentário

Você deve estar logado para comentar.