Córdoba, na Argentina, se destaca como cidade ideal para quem busca sossego

Ela não vive do passado e certamente tem futuro – e ainda é a mais populosa do país. Mesmo assim, conta com paz e tranquilidade. A principal praça da cidade, a Plaza San Martín, reúne catedral e convento

Jacqueline Saraiva

Longe do agito frenético de Buenos Aires, a cidade de Córdoba é o ponto turístico ideal para quem quer inovar no roteiro de viagem à Argentina. Por um lado, a região tem atrativos comuns de cidades interioranas, e o turista percebe isso pelo modo de vida pacato da população. Por outro, ela também é uma área acadêmica, e a energia dos milhares de estudantes universitários e de escolas de línguas dá um toque animado ao cenário rústico local.

Mesmo com boa estrutura de metrô, táxi e ônibus, caminhar é a melhor forma de conhecer Córdoba, onde a arquitetura colonial — com casarões, igrejas e mosteiros históricos — divide espaço com modernos edifícios. O Quarteirão Jesuítico (ou Manzana Jesuítica) é um dos pontos turísticos mais frequentados. O local é composto por três edifícios do século 17: a Igreja da Companhia de Jesus, o Colégio Nacional de Montserrat e a Universidade Nacional de Córdoba, a primeira do país e uma das mais antigas da América Latina. No entorno da Plaza San Martín, a principal da cidade, há belas e históricas construções, como a Catedral de Córdoba, o convento e o Museu das Carmelitas Descalzas, a Sucursal do Banco Hipotecário, entre outras.

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Córdoba, na Argentina, se destaca como cidade ideal para quem busca sossego

Deixe o seu comentário

Você deve estar logado para comentar.