Entretenimento Gastronomia 

Como funciona o pino que avisa quando o peru está pronto?

 

Quando a carne do peru chega a 85 ºC, o ponto ideal de cozimento, o pino salta para fora da ave. Mas como ele “sabe” que a carne está na temperatura certa?

Seguinte: o aparato fica preso a uma peça de metal que derrete fácil, semelhante ao estanho usado para fazer soldas. Na hora em que ele se liquefaz, deixa de prender o pino, que fica tensionado por uma mola – e ele se projeta para fora.

O metal escolhido, é claro, tem um ponto de fusão que corresponde à temperatura ideal para a carne ficar no ponto: nem crua, nem seca.

A invenção nasceu durante uma reunião do Conselho Consultivo de Produtores de Perus da Califórnia, nos EUA. Muitas donas de casa estavam esturricando a carne no dia de Ação de Graças, o que fez um homem chamado Eugene Beals imaginar um aparato simples que pudesse ser despachado com o rango.

Outro membro do comitê, Goldy Kleaver, teve o momento eureka quando se reclinou na cadeira, olhou para o teto e viu os sprinklers – esguichos de água que ficam no teto de prédios comerciais e são ativados automaticamente em caso de incêndio.

Sprinklers têm, em seu interior, um bulbo de vidro recheado de glicerina. Quando o ar quente gerado por uma chama sobre e se acumula próximo ao teto, ele aquece a glicerina. Ela se expande e estoura o vidro, acionando o equipamento. Ele juntou uma coisa com a outra e se deu conta de que poderia usar um mecanismo análogo para manter o peru sob controle.

Postagens Relacionadas