5 momentos mais marcantes na história do Oscar

zcnadmin

A foto mais retuitada da história - o selfie estrelado de Ellen DeGeneres no Oscar (Foto: Reprodução)

 

A cerimônia do Oscar é uma caixinha de surpresas. Não só por não sabermos quem vai ganhar o prêmio máximo em cada categoria, mas porque volta e meia rola cada bafão que nem o roteiro mais elaborado de Hollywood conseguiria imaginar.

Em 2019, a confusão pelo visto começou antes mesmo do evento, que ocorre neste domingo (24), em Los Angeles: a Academia anunciou que deixaria de transmitir quatro categorias, entre elas fotografia e montagem, gerando o maior bafafá entre cineastas.

“Eu não presumiria sugerir quais categorias cortar durante o Oscar, mas fotografia e montagem são o coração do nosso ofício”, disse o diretor Guillermo del Toro, vencedor dos prêmios de melhor filme e direção no ano passado por A Forma da Água, no Twitter. No fim, os organizadores voltaram atrás. Mas estes outros 5 momentos realmente aconteceram, foram transmitidos ao vivo e entraram para a história:

Marlon Branco recusou sua estatueta
Em 1973, quando Marlon Brando venceu na categoria de melhor ator por seu papel em O Poderoso Chefão, quem subiu ao palco foi a índia Sacheen Littlefeather, atriz e ativista.

“Estou representando Marlon Brando esta noite”, disse. “E ele me pediu para falar a vocês que ele infelizmente não pode aceitar esse prêmio muito generoso, por causa da forma como os índios são tratados pela indústria cinematográfica.”

Um homem correu pelado pelo palco
No ano seguinte, quando o ator David Niven (A Pantera Cor de Rosa) estava no palco pronto para chamar a atriz Elizabeth Taylor (Cleópatra), o fotógrafo americano Robert Opel atravessou o palco correndo pelado. Mas o que tornou esse dia ainda mais louco foi que ele não foi preso, nem expulso da cerimônia.

Na verdade, ele inclusive deu uma coletiva de imprensa, na qual falou: “As pessoas não deveriam ter vergonha de ficar nuas em público. Também é uma ótima maneira de lançar uma carreira”.

O show de abertura foi tão vergonhoso que foi processado pela Disney e outros atores
Uma das tradições da cerimônia é ter uma abertura com stand-up de comédia ou performance de alguma canção. Em 1989, os artistas Rob Lowe (Parks and Recreation) e Eileen Bowman fizeram um show de Proud Mary, com Bowman vestida de Branca de Neve.

Foi um desastre tão grande que a carreira de Bowman não só acabou, como a Disney processou a Academia, e outros 17 artistas, entre eles Paul Newman e Julie Andrews, escreveram uma carta reclamando da performance.

A maior selfie de celebridades do mundo
Em 2014, a apresentadora Ellen DeGeneres foi a host da cerimônia e não poupou esforços para causar. Mas no bom sentido: ela publicou uma selfie cheia de celebridades, entre elas Angelina Jolie, Brad Pitt, Julia Roberts, Meryl Streep, Bradley Cooper e Jennifer Lawrence. Em uma hora, a foto se tornou a foto mais retuitada da história do Twitter.

O “envelopegate”
O que pode ser pior do que todas as situações acima? Talvez só o prêmio máximo ir para a produção errada. E foi exatamente isso que aconteceu em 2017. La La Land foi anunciado como vencedor de melhor longa e, enquanto a equipe e o elenco subiam ao palco e se preparavam para os discursos, a produção do evento entrou em pânico.

Até que o produtor Jordan Horowitz explicou, mostrando o envelope para a plateia: “Houve um erro. Moonlight, vocês ganharam melhor filme”. A confusão toda foi gerada porque os apresentadores receberam o envelope errado, de melhor atriz, em vez de melhor filme.

 

Deixe uma resposta

Next Post

Advogado diz que Rose 'não tem preconceitos' após ela ser acusada de homofobia

  o texto intitulado “Rose Di Matteo, ser gay não é desonra para ninguém”, publicado na tarde deste sábado (8), Tony Goes, deu sua opinião a respeito de uma declaração feita por Rose Miriam Di Matteo, que briga na justiça pelo direito de ser reconhecida como viúva de Gugu. O colunista do F5 expressou sua indignação com a reação da […]